Carregando aguarde...
Itapira, 28 de Janeiro de 2020
Artigo
28/07/2014 | José Carlos Barbieni: Os problemas nossos de cada dia.
Olá pessoal, de volta escrevendo sobre os problemas.
Com certeza problemas não faltam a ninguém, se dentre os leitores houver alguém que esteja de bem com a balança, com a conta bancária, com a saúde e com fios de cabelo sobrando, que se dê por satisfeito por fazer parte de algo fora de série... Mas, será que é tão difícil assim viver sem problemas?
É certo que quase todos os problemas que enfrentamos hoje surgiram em algum momento de nossas vidas, alimentados por nós mesmos, por nossas decisões e escolhas, salvo é claro doenças graves e genéticas que nos acometem independente do estilo de vida, porém mesmo elas poderiam ser minimizadas com tratamento precoce.
Calma, como não sou médico, seria leviandade minha discorrer sobre as doenças, e além de tudo não pretendo escrever um texto “Pra baixo” e negativista, pelo contrário, discorrer sobre os problemas que temos no nosso dia a dia de forma construtiva, tentando fazer uma análise dos problemas e suas causas, onde quase sempre, somos nós mesmos.
O cartão de crédito estourado, uma conta quase impagável... Seria esse o problema maior, ou seria o descontrole dos gastos, ou ainda, será que o descontrole das contas é mesmo o real problema? Pode muito bem ser a incapacidade de resistir às ofertas da internet, do shopping, etc.
Assim como o valor final das dívidas não é o nosso real problema, outros tantos também têm sua causa em decisões tomadas muito antes de se chegar a tal situação difícil, e não entender que assim acontece, é o maior empecilho para se resolver de vez aquilo que tanto nos incomoda.
A lógica é simples, quem não aprende a organizar seus gastos, quando (se) finalmente consegue quitar o cartão de crédito, não resiste e sai gastando novamente sem controle, e não tardará a se ver em dificuldades novamente.
Ah, mas quando se fala em problemas, não são somente os financeiros que nos tiram o sono, e quanto aos sentimentais? O fim de um relacionamento não é o que se pode chamar de experiência prazerosa, e quando se trata do fim de relacionamento longo, tipo casamento, fica a pergunta: “Afinal o que aconteceu, onde erramos, se nos amávamos tanto?”.
Problemas e mais problemas, afinal há receita pra resolvê-los, ou melhor, evitar que aconteçam?
Consultar um Especialista Financeiro, um Psicólogo, Médico, Cartomante, Pai de Santo ou quem sabe um velho amigo de botequim, são algumas das opções que usamos para nos aconselhar e tentar resolver o problema que nos aflige, e com certeza, o leitor também tem as suas “tábuas de salvação”, mas o certo é que todos nós gostaríamos de ter uma receita infalível que nos ajudasse em tudo.
Se o texto tivesse cunho religioso, certamente a resposta giraria em torno de Deus, mas, não pretendo ir para esse lado, sem menosprezar a fé que sem dúvida é o primeiro, senão o passo mais importante para se resolver problemas.
Mas vai ficar para o próximo post, quando pretendo colocar algumas coisas mais práticas que aprendi no curso de Administração, na convivência com professores e alunos, e claro, cada uma das minhas opiniões poderá ser confrontada ou corroborada por pessoas mais preparadas que eu, inclusive você mesmo, acompanhe.
Gostou? Não gostou? Comente.
 
A todos muita paz e saúde e proteção.
José Carlos Barbieni – Serralheiro - Técnico em Informática e Administração
Formado na ETEC “João Maria Stevanatto” Itapira-SP
jkarlosbarbieni@gmail.com

  

Fonte: José Carlos Barbieni

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Outros artigos de José Carlos Barbieni
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

676 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2020 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções