Carregando aguarde...
Itapira, 20 de Setembro de 2020
Artigo
02/02/2014 | Sandro Belli : Coelhos

HISTÓRIA

A natureza gentil dos coelhos tem feito dele um dos animais de esti­mação mais populares do mundo por muitos anos. Dão pouco trabalho, é conveniente, mantê-los em gaiolas próprias.

O coelho selvagem, digno ascendente do coelho doméstico, chegou ao continente europeu pelas mãos dos espanhóis vindos do norte de África. Ao longo dos séculos as características domésticas foram sendo apuradas (pensa-se que os monges terão sido os responsáveis) contando-se atual­mente mais de 50 raças domésticas.

Poderá escolher entre o Nova Zelândia, Califórnia, Chinchila, Azul de Viena, Borboleta, Prateado Champanhe, Rex e o mais exótico, o Angorá. Há ainda o coelho anão e o de orelhas caídas, normalmente encontrados como mutações de Nova Zelândia e Califórnia, porém existentes também nas demais raças. Durante o primeiro mês em casa solte-o regularmente por breves instantes para que se ambiente ao novo lar

CARACTERISTICAS

Muito curioso e calmo, apega-se muito aos donos respondendo pelo nome e criando uma relação de extremo carinho. É muito asseado cuidando de forma eficaz da sua própria higiene. Pode também optar por dar-lhe banho desde que o resguarde de correntes de ar e o seque sempre muito bem.

Por ser facilmente mantido em cativeiro, ser um animal amigável, ter uma pelagem fofa que qualquer pessoa gosta de pegar e abraçar, por eles não precisarem de caminhadas e pelo fato de poder ser treinados para fazer suas necessidades em caixas com papel, os coelhos tornaram-se uma sensacional alternativa como opção de bicho de estimação.

ALIMENTAÇÃO

A alimentação deve ser própria para coelhos devendo manter sempre comida no comedouro. Como complemento dê-lhe fibras vitaminas e sais minerais através de folhas de beterraba e rabanete, assim como ramos de couve-flor. É claro que adoram cenoura, no entanto, uma vez que engorda, deve dar-se em dias alternados.

Feno ( alfafa ou capim seco ) que pode ser deixado a disposição do animal o tempo todo, capim ou outros vegetais verdes em uma proporção de no máximo 20% da dieta diária do animal, além de cenoura, maçã, alface (uma vez por semana e em pouca quantidade) , repolho e aipo, o restante deve ser composto por ração especial para coelhos.

Para calcular a quantidade diária de ração a ser fornecida ao animal: em animais adultos dê um quarto a um quinto do peso do animal, filhotes você pode alimentá-los o quanto eles quiserem.

CUIDADOS

Dentes - Os coelhos têm ainda um segundo par de incisivos dianteiros que auxiliam na mastigação dos alimentos, facilitando assim o trabalho do seu sistema digestivo, que e todo especialmente desenvolvido para trabalhar com a grande quantidade de fibras que o animal precisa.

Olhos - Seus olhos são muito sensíveis a luz, possibilitando a ele de­tectar qualquer movimento ao seu redor. Coelhos não têm pálpebras, no seu lugar eles possuem uma membrana que protege seus olhos enquanto eles dormem. Os ossos são muito leves combinados com as poderosas pernas traseiras da a eles maior facilidade para escapar dos seus inimigos

Orelhas - Suas longas orelhas não são usadas exclusivamente para a audição, elas também servem para regular a temperatura do animal (o tamanho das orelhas varia de acordo com a raça do animal).

Pêlo - Os coelhos com pelos longos estão sujeitos ao aparecimento de bolas de pelos, que são nada mais que o embaraçamento dos pelos que tem como única solução cortar todo o pelo ao redor da mesma. Para que estas bolas de pelos não existam escove o animal diariamente, do mesmo jeito que se escovam os cachorros.

Unhas - As unhas também estão sempre crescendo, é por isso neces­sário que elas sejam cortadas periodicamente. Além de manter sempre à disposição do animal um pedaço de madeira para que ele possa roer e evitar que seus dentes cresçam demais, o que pode até matar o animal.

PADRÃO DAS RAÇAS

Comportamento - Adoram roer coisas. Nunca deixe seu coelho solto sem ninguém por perto ou sem ter tomado as devidas precauções, pois eles costumam roer tudo aquilo que encontram pela frente, inclusive fios elétricos.

Cores - Branco, preto, marrom, areia e cinza, pode haver diversas variações entre cores, além das cores puras.

Gaiola - Deve-se recorrer a uma gaiola específica para coelhos man­tendo-a em local fresco, mas protegido de correntes de ar e longe do solo para que a urina possa escoar. Quinzenalmente lave e desinfete toda a instalação e utensílios.

Compre uma gaiola própria para coelhos numa loja de animais, embora seu coelho se possa habituar a andar à solta por casa convém sempre ter o seu próprio espaço. Coloque a gaiola longe do alcance de cães e gatos.

Inimigos - Mantenha-os longe de gatos e outros animais predadores, como os cães, pois esses animais mantém seu instinto de predadores.

Longevidade - 5 a 10 anos. Mantido adequadamente, um coelho pode viver entre 5 e 10 anos, dependendo de sua raça. O normal é de 5 a 6 anos.

Manuseio - Pegar corretamente num coelho é extremamente importante. Devido ao seu esqueleto muito leve eles podem sofrer deslocamentos e fraturas com facilidade. Quando for manuseá-lo, apoie sempre a parte de traz do animal sobre suas mãos, se ele começar a se debater, coloque-o imediatamente no chão para evitar que ele se magoe. Nunca pegue ou levante seu coelho pelas orelhas.

Tamanho - De 18 a 30 centímetros.

RAÇAS

Azul de Viena - É uma das mais populares raças de porte médio, rústica e fácil de criar. Foi desenvolvida por volta de 1893 na Áustria, em Viena, resultado do cruzamento entre coelhos gigantes pretos e amarelos. Pesa entre 3,5 e 5,5kg.

Borboleta - Raça bonita, sua principal característica é a distribuição peculiar de manchas sobre o corpo, sempre branco. Costuma pesar cerca de 2,5 kg, possui pelagem macia, densa, com mais de 2,5cm de comprimento. Pode ser encontrada com manchas de cor preta, cinza ou parda, que se distribuem da seguinte forma: mancha em forma de borboleta em torno do focinho e lábios, anel em volta dos olhos, ponto abaixo dos olhos não muito grande, isolado, oval; orelhas inteiramente pigmentadas, traço contínuo ligando a mancha das orelhas até a cauda e por fim uma “corrente” que se inicia na raiz das orelhas em pontos pequenos e bem definidos e vai até os flancos.

Califórnia - Criada na Califórnia, em 1928, é uma das raças mais recentes e famosas. Obtida através do cruzamento do coelho Russo com o Chinchila. Pesa entre 4 e 4,5kg.

Chinchila - Sua principal característica é a pele semelhante à da valorizada Chinchila. Surgiu do cruzamento do coelho doméstico com Azul de Beveren e com o Russo, na França, em 1913. Peso entre 2,5 a 3,5kg

Coelho Angorá - É o mais dócil. Não se sabe ao certo quando e onde se deu a mutação que o originou. Sua principal característica é a pelagem que pode alcançar 25cm de comprimento. Pesa cerca de 4 kg. O pêlo longo e sedoso cresce constantemente e precisa ser penteado e aparado com uma tesoura para evitar que enrole. A operação é repetida a cada 70 dias aproximadamente, quando o pelo atinge o comprimento médio de 10cm. A cor mais comum é a branca. Pode ser encontrado também nas variedades negra, azul escura, havana e siberiana (branca com malhas).Tem um tempo de vida de 5 a 6 anos.

Coelho Comum - São mais de 20 raças. Distinguem-se principalmente pela cor. Podem ser brancos, castanhos, cinza ou pretos. Vivem durante 5, 6 anos.

Coelho de Raças Anãs - É até quatro vezes menor do que os coelhos comuns. Pesa um quilo, vive entre 5 a 6 anos.

Coelho Rex - Pelo curto aparência aveludada, várias cores. Pesa entre 2,5 a 3 quilos. Vive entre 5 a 6 anos.

Nova Zelândia - Americana originou-se na Califórnia. Possui três variedades: branca, vermelha e negra. Pesa entre 4 e 5 kg e é bem forte.

Negro e fogo - Pequeno, este coelho caracteriza-se por uma pelagem negra aveludada, de cor intensa, com marcações vermelho-fogo. Pesa de 2 a 3 kg. De origem inglesa, sua primeira apresentação oficial foi na Inglaterra, em 1894.

Rex - Tem a pele bem aveludada e com uma variedade de cores muito grande, que resulta de muito aprimoramento. Foi criado em 1919, na Fran­ça, a partir de uma mutação de pêlo curto do coelho selvagem doméstico. Peso entre 3 a 4 kg

Fonte: Sandro Belli

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Outros artigos de Sandro Belli
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

1366 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2020 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções