Carregando aguarde...
Itapira, 25 de Janeiro de 2020
Artigo
24/05/2015 | Sandro Belli : Saiba de que forma a toxoplasmose atinge animais e humanos

Bastante conhecida pela população em geral, a toxoplasmose é uma doença causada pelo protozoário chamado de Toxoplasma Gondii, e é considerada uma zoonose, já que pode ser transmitida dos animais para os seres humanos. Podendo ser transmitida, tanto nos humanos e animais, de maneira congênita (ou seja, de mãe para filho), a doença não é contagiosa pelo simples contato entre humanos e animais – sendo que sua principal forma de propagação é por meio do contato direto com as fezes de um animal contaminado.

Embora um grande grupo de animais possa ser infectado pela toxoplasmose e agir como transmissores – incluindo cães, porcos, aves, carneiros e bovinos – são os gatos os animais que levam a culpa pela propagação da doença, na maioria dos casos; sendo o problema chamado por muitos de “doença do gato”.

Essa “culpa” felina é, na realidade, sem cabimento; já que, dificilmente, os gatos domésticos seriam os responsáveis por tantos casos da doença – entretanto, muito seguem crendo neste grande mito, criado em função de que, assim como os humanos, os bichanos portadores da doença também são assintomáticos. Conforme citado, não são todos os gatos que possuem a doença, e a fama que esse animal tem pode ser considerada um tanto exagerada; até por que, mesmo que o bichano seja um portador, alguns cuidados básicos já podem evitar que a doença de propague.
 
Contando com diferentes formas de transmissão– bem mais comuns que por meio do contato com as fezes de gatos – e diferentes estágios infecciosos, a toxoplasmose pode causar sintomas variados em animais e seres humanos, sendo que as consequências desta doença são mais graves quando a pessoa ou o animal infectado é gestante; já que pode afetar na formação de órgãos determinados do filhote ou bebê. Conheça, a seguir, os principais meios de transmissão da doença, seus sintomas, formas de prevenção e tratamento, e aprenda a identificar os seus sinais.
 
Transmissão da toxoplasmose
 
Conforme citado anteriormente, a toxoplasmose é uma doença que pode ser transmitida de diversas maneiras, sendo que, atualmente, a forma mais comum de propagação da doença é por meio da ingestão de verduras mal lavadas (que tenham entrado em contato com o protozoário) e carnes cruas ou mal cozidas de animais doentes.
Isso prova, mais uma vez, que, embora os gatos sejam, até hoje, considerados os principais responsáveis pela transmissão da toxoplasmose, isso não passa de mito. De fato, os felinos – que são hospedeiros definitivos da doença - também podem ser transmissores da doença quando contaminados, produzindo fezes que contam com o protozoário Toxoplasma Gondii.
 
No entanto, para que a contaminação ocorra, é necessário que uma série de fatores seja levada em consideração, e o simples contato de humanos com gatos infectados (e até com suas fezes) não é garantia de que a transmissão da doença ocorra. Para isso, é necessário que as fezes do gato contaminado já tenham ficado expostas ao meio-ambiente por, pelo menos, 24 horas, promovendo a esporulação do agente e, dessa forma, tornando-o infectante.
 
Junto com isso, é necessário que a pessoa que entre em contato com estas fezes infectantes promovam a entrada desse material em seus corpos por via oral para que a contaminação aconteça e; dito isso, não fica difícil entender por que os gatos são injustamente considerados os principais causadores e transmissores da doença.
 
Além destas, outra forma comum de transmissão da doença é a congênita, que pode fazer com que animais e pessoas infectadas pela toxoplasmose passem a doença para seus filhos ou filhotes durante o nascimento. Em casos mais raros, a contaminação pode ocorrer em função do recebimento de órgãos transplantados que estejam infectados pelo parasita ou, ainda, pelo contato com o sangue de animais infectados (sendo este último caso mais comum em pessoas que trabalham com atividades com a caça, por exemplo).
Fonte: Sandro Belli

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Outros artigos de Sandro Belli
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

444 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2020 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções