Carregando aguarde...
Itapira, 30 de Outubro de 2020
Notícia
08/05/2015 | Humberto Butti: Carne, queijo ou palmito?
 
Em uma época não muito distante, na metade do século passado para ser mais preciso, Itapira tinha os pontos prediletos das pessoas. Fosse para um simples cafezinho, um pastel ou uma bebida, cada um tinha seu local preferido.
 
E um desses locais, sem dúvida, era a Pastelaria Kashiba, que ficava na parte inferior do Palacete Anastácio, bem em frente a parte baixa da Praça Bernardino de Campos. Um local pequeno para o movimento que tinha, principalmente pelas delícias que comercializava.
Lembro bem das delícias que o Hideo Kashiba preparava, os pastéis de carne, queijo ou palmito, o café cheiroso e fresquinho e meu refrigerante preferido, a Cerejinha, que só ali era encontrada. Vez ou outra, sempre que podia, meu pai nos levava naquela pastelaria de balcões altos para o meu tamanho, mas com um cheirinho inconfundível de pastel frito na hora.
Certos lugares, mesmo depois de tanto tempo, permanecem vivos em nossa memória. Assim como o Bar do Odilon, o Bar
 
Central, o Itapira Bar, o Cine Paratodos, o Cine Rádio, o Cine Bar, o Bar do Edifício e o Chopão, a Pastelaria Kashiba formava o bloco de opções para quem frequentava a praça central da cidade.
 
Fosse nos finais de semana ou mesmo durante os dias de trabalho, era comum aquele pequeno espaço estar lotado de pessoas ávidas por um café fresco ou um pastel saboroso.
 
Cresci aprendendo a valorizar esses momentos que hoje permeiam a memória de quem viveu tudo isso. Lembro da forma gentil como o ‘seo’ Hideo e sua família tratavam as pessoas, desde as mais abastadas até mesmo aqueles que muitas vezes nem tinham o dinheiro suficiente para um pastel.
 
O Hideo se foi para o andar de cima, levou com ele uma parte de todos os que frequentaram seu estabelecimento, mas deixou uma família inteira formada por pessoas de boa índole. Marcou seu tempo nesse mundo e aqui deixou sua história.
 
Carne, queijo ou palmito? Não importava o sabor ou o recheio, o bom mesmo era sentir o aroma e o sabor daqueles pasteis.
 
Massakiti e Hideo Kashiba: vida dedicada ao comércio
 
Hideo, Osório Nieri, Massakiti e Orlando Cestari do lado de dentro; o menino é o Newton Raposo
 
O jovem Francisco Kashiba e Hideo Kashiba
 
Lázaro Nunes de Mattos (Lazinho da Farmácia) com os filhos Chiquinho e Nune na pastelaria do Hideo Kashiba e seu pai Massakiti
 
Rosalvo (Dinho) Rosanova e Tarzan no balcão da pastelaria, do lado de dentro Hideo e Massakiti
 
 
Fonte: Humberto Butti

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

1239 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2020 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções