Carregando aguarde...
Itapira, 25 de Maro de 2019
Notícia
22/12/2018 | Luiz Santos: O Natal é doação

Quando criança eu sempre ouvia a clássica pergunta próximo ao Natal: O que gostaria de ganhar nesse Natal? É claro, eu tinha alguns pedidos irrealizáveis. Mas me contentava com qualquer coisa que ganhasse. Não posso reclamar, meus pais, avós e tios geralmente conseguiam me surpreender. Cresci, fiquei adulto e como cristão também amadureci. Hoje, sei que a lógica do Natal não é esperar pelo presente, mas muito mais, tornar-se um presente. Aliás, essa história do presente é muito interessante. O Pai nos deu o Filho amado de presente para ser o nosso Salvador e Senhor. O Pai, deu-nos de presente ao Filho na Eleição ocorrida antes da fundação do mundo. Nos deu a Jesus para sermos seus irmãos, discípulos, testemunhas e co-herdeiros. O Filho nos deu ao Pai como troféus de sua vitória sobre Satanás, seu reino e sua tirania. O Pai e o Filho nos deram de presente ao Espírito Santo como um Santuário, para ser sua morada. O Espírito fez-nos de presente ao Pai e ao Filho como Igreja Santa, coluna e baluarte da verdade. Portanto, dar presente, fazer-se presente, ser presente é uma realidade intrínseca da celebração do Natal do Salvador Jesus. Para bem festejarmos esse grande mistério da fé, O Deus-humanado que veio habitar entre nós como o Emanuel, precisamos dar os seguintes passos: 1. Torne-se um presente, um dom para as pessoas. Permita-se ser uma presença que torne a vida das pessoas com quem convive mais cheia de graça. Use seus talentos pessoais, seus dons espirituais, seus bens culturais e materiais para comunicar vida. Queira intencionalmente abençoar todos os que estiverem na esfera de seu relacionamento. Quer os de perto, quer os mais distantes, seja útil a eles. Seja generoso, não espere ser procurado para ajudar. Antecipe-se, ofereça desinteressadamente e de maneira graciosa o auxílio que necessitam. 2. Faça-se sempre presente na vida das pessoas. Procure participar dos acontecimentos grandes ou pequenos, não importa, dando significados que marquem de maneira indelével a memória e os afetos dos seus familiares e amigos. Aprenda a alegrar-se com os que se alegram. Faça com que momentos de conquistas e vitórias tenham a maior amplitude possível. Ajude a aumentar a alegria dos seus para que estes acumulem razões para muitas ações de graças. Participe dos dias difíceis e chorosos. Esteja ao lado dos que têm os olhos marejados e os corações doridos. Auxilie para que “dividindo” o fardo a dor seja minorada. Recolha com respeito e gravidade cada lágrima e jamais relativize a dor dos outros. Agindo assim, quando a lucidez retornar, o Pai nos céus será agradecido por ter enviado você como um bálsamo sobre a ferida do coração. 3. Seja presente. Isto é, valorize sua família, a rotina do lar, a dinâmica singular da sua família com suas histórias pitorescas e “personagens folclóricos”. Valorize comemorações triviais como chá de bebês, aniversários de crianças e coisas parecidas. Valorize a sua comunidade de fé. Seus irmãos em Cristo são muito preciosos para que se percam ou sejam esquecidos. Valorize as reuniões de oração, os estudos bíblicos, o ajuntamento solene, as reuniões de planejamento e as confraternizações. Valorize aquelas datas próprias da nossa denominação que dizem respeito a nossa identidade e a nossa singularidade na Igreja de Cristo. Seja presente, ajude a escrever a história, apareça nas fotos e nos fatos, comprometa-se. O mais importante do Natal Cristão não é contabilizar os presentes ganhos, mas conseguir enumerar quantos gestos concretos de amor temos realizados que tornam a vida das pessoas melhor, mais cheia de graça, mais abençoadas. O Natal é um convite, na verdade um exemplo dado para que nos movimentemos em direção aos outros e nos deixemos cuidar, tocar, amar na mesma medida que nos entregamos para transformar a vida. Considere quanto desprendimento de Maria para vir a ser a mãe do Senhor Jesus. Quanta renúncia de José e quantos humanos sacrifícios para ser o pai adotivo e o amoroso protetor do menino-Deus. E o que dizer dos Magos que alteraram todo o curso de suas vidas para seguir o curso de uma estrela que os conduzia ao encontro do Astro-Rei Jesus? Natal só é Natal em nós quando formos presentes de Deus na vida dos outros. Um Feliz e santo Natal a todos.

 

Reverendo Luiz Fernando é Ministro na Igreja Presbiteriana Central de Itapira

Fonte: Luiz Santos

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

394 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2019 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções