Carregando aguarde...
Itapira, 16 de Setembro de 2021
Notícia
12/07/2021 | Luiz Santos: Ore pelo seu pastor

Em seu livro “Vencendo o Mundo”, o renomado pastor e teólogo Joel Beeke, no capítulo “Vencendo o mundo no ministério” escreve o seguinte:  Os ministros do Evangelho são o alvo primário de Satanás, por causa de seu ofício. Durante todo o resto de nossa vida, estaremos entre as prioridades de Satanás. Ele usará toda a armadilha de seu arsenal para destruir o nosso ministério e desacreditar o Evangelho de Cristo. Como disse Calvino, o ministério ‘não é uma obra fácil e indulgente, e sim uma guerra árdua e severa, em que Satanás está exercendo todo o seu poder contra nós, movendo até as pedras para nos perturbar’. Isto deveria nos fazer tremer, vigiar e orar sem cessar. Satanás trabalha arduamente contra nós, líderes da igreja, por causa de nossa utilidade passada, nossa posição no presente e nosso valor potencial para a causa de Cristo”. De fato, o pastorado é um caminho acidentado, não há glamour e muitas são as aflições e terrores com que o inimigo aflige a alma de um ministro “porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Ef 6.12). Por isso mesmo, o pastor consciente e maduro sabe que não pode descuidar e facilitar a ação do diabo sobre a sua vida e o seu ministério. Há ocasiões em que não é possível deixar de ver e ouvir profanidades, imagens e palavras degradantes e ofensivas contra Deus, sua santidade e sua Lei. Entretanto, não podemos trazer essas profanidades para a nossa vida de maneira intencional, consciente. Na verdade, temos que lutar contra essa onipresença do pecado na cultura popular, nas redes sociais, nas produções artísticas, nas músicas, etc. É uma questão de vida ou morte para o pastor manter a sua consciência limpa e a sua alma habitualmente purificada, vigiando as portas de entrada e saída do seu coração. A cada ano, só nos Estados Unidos, quatro mil pastores se viciam em pornografia, no Brasil, o número de casos de pastores abusivos de menores ou de divórcios de ministros atingem números alarmantes, inaceitáveis. Existem sérias pesquisas que ainda apontam para o perigoso envolvimento de pastores com álcool e entorpecentes, sem falar nas trágicas notícias de suicídio, muito comuns ultimamente. O pastor maduro e equilibrado sabe que o seu chamado não implica em graças especiais para lutar contra o demônio e o pecado. Tem consciência que não é um homem especial e que por isso não possui ‘superpoderes’ contra o mal. A verdade é bem outra, ele tem consciência de que nunca estará à altura da sua vocação, que nunca terá, de si mesmo, aquela suficiência pretendida para cumprir cabalmente o seu mister e sabe-se tão fraco e vulnerável quanto qualquer um dos seus irmãos. Mas, Ele sabe que foi separado, que foi consagrado, que foi equipado e que a graça de Deus é tudo o que o credencia para o ofício. Entretanto, exatamente por causa desse chamado e do que Cristo quer e faz por meio desse homem, é que Satanás se enche de fúria e o persegue com uma sanha toda especial. Logo, fica claro que os pastores não podem negligenciar, sob risco de morte súbita do seu ministério, a vida de comunhão com Deus. Devem nutrir fortes e longos momentos de oração e de contemplação diante do trono de graça. O Santo dos santos, isto é, o estar na presença de Deus para orar, interceder, clamar, louvar, deixar-se cuidar, restaurar, em lágrimas, gemidos ou silêncio, deve ser o lugar onde o pastor queira e venha a gostar de passar o maior tempo. É seu privilégio, muito acima dos seus irmãos, estar desincumbido de muitas tarefas ordinárias comuns a todos, para se dedicar a oração. É um escândalo, um verdadeiro estelionato espiritual, uma fraude o pastor que não faz da oração a coisa mais importante, o primordial no seu ministério, antes mesmo de pregar. É na oração e só pela oração que os poderes espirituais são ativados na vida de um ministro e o torna capaz de resistir ao maligno e suportar as suas provações. Depois, deve dedicar tempo à leitura bíblica com profundidade, com proveito espiritual e com acurado estudo. Sem uma mente e um coração saturados das Escrituras, é certo e seguro que o mal encontra brechas e áreas de muita vulnerabilidade onde ele desfere os seus golpes mais cruéis. Isso é o mínimo que um pastor deve fazer por si, claro que há muito mais. Mas e o que você pode e deve fazer por seu pastor? Eu sei que, publicamente, o pastor parece ser um cara que se deu bem, passa a maior parte do tempo sem fazer nada e quando faz, nem parece que fez. Um dia, na porta da igreja, um membro me disse o seguinte: ‘Vocês pastores que têm um vidão, hein...trabalham só na quarta e no domingo, o que dá umas três horas por semana’. Evidentemente que essa só foi mais uma estratégia de Satanás para machucar o pastor. Mas você pode muito, pode mais. Saiba que nesse exato momento o diabo está tramando contra o seu pastor. Forças das trevas se intrometem no seu casamento roubando a paz do lar, ou tenta o seu filho para que pecando envergonhe o pai pastor. Ore pedindo graça, livramento, proteção, iluminação, santificação e fidelidade. Ore, quando ele estiver no púlpito, saiba que uma vida foi gasta antes daquele momento e que estar ali, pregando, é estar numa batalha espiritual com seres poderosíssimos. E por fim, não seja você um instrumento nas mãos do inimigo para desassossegar o seu pastor, antes: “Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria e não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês” (Hb 13.17).

Reverendo Luiz Fernando é pastor na Igreja Presbiteriana Central de Itapira

Fonte: Luiz Santos

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

1623 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2021 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções