Carregando aguarde...
Itapira, 29 de Novembro de 2021
Notícia
23/03/2015 | Onda de protestos contra Dilma e o PT teve repercussão na cidade

As manifestações contra o governo da presidente Dilma Rouseff (PT) e contra o PT, que reuniram centenas de milhares de pessoas em várias cidades brasileiras no dia 15 de março, acabaram repercutindo também em Itapira. Muitas pessoas assistiram pela televisão à invasão de manifestantes em ruas e avenidas, sendo aquela que mais chamou a atenção registrada em São Paulo, onde segundo cálculos atribuídos pela Polícia Militar levou cerca de um milhão de pessoas para a avenida Paulista.

Em Itapira a iniciativa que mais se aproximou do clima de protestos contra Dilma foi do DJ e profissional da área de comunicação visual Renan Moraes , de 22 anos. Ele montou uma espécie de balcão em plena Praça Bernardino de Campos, onde recolheu quase mil assinaturas para que o Congresso Nacional tome a iniciativa de abrir processo de impeachment contra a atual presidente da República. Segundo revelou, 960 pessoas assinaram a lista. A grande maioria das pessoas que afluíram ao posto de recolhimento, ou por curiosidade, ou porque atenderam a convocação do rapaz, era de classe média.

Na fundamentação colocada no documento onde foram colocadas as assinaturas, ele afirma que a iniciativa é apoiada na omissão da presidente diante dos inúmeros casos de corrupção que estão sendo divulgados, especialmente o Petrolão. Ele declarou ainda que sentiu seu esforço recompensado . “Foi uma demonstração clara da insatisfação da maioria das pessoas com relação ao atual governo”, deduziu.
 
Pessoas comuns se expressaram de forma a incentivar movimentos iguais àqueles registrados no domingo. “Foi uma manifestação muito clara de que a sociedade em sua maioria espera mudanças nos rumos da condução do país”, declarou o empresário José Carlos Domingues, atual presidente do Conselho Municipal de Segurança. Indagado sobre o que achava da participação de pessoas que defendiam a volta do regime militar, Domingues disse que compreende a motivação destas pessoas, mas desaprova a iniciativa. “Uma expressiva parcela da sociedade está assustada e insegura. Por isso uma solução que passe pela ruptura institucional passa também a ser avaliada por uma minoria. Não acho que seja por aí. Como também entendo que a questão do impeachment é muito difícil de se viabilizar. Por outro lado, é muito importante que as pessoas se manifestem, de forma pacífica. Isso reforça o nosso processo democrático”, afirmou.
 
Para professora de geografia Daniela Kleinfelder a manifestação foi legítima. Ela tem opinião formada no sentido de que a questão do impeachment como vem sendo colocada é inoportuna no atual momento e que este tipo de protesto tem na sua opinião o mérito de ampliar a discussão sobre a necessidade da condução de políticas públicas realmente voltadas para os interesses da maioria das pessoas. Ela afirmou ainda que procura passar para seus alunos a importância de não aceitar medidas impositivas e a refletir sobre a importância da participação política.
Fonte: Da Redação do PCI

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

725 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2021 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções