Carregando aguarde...
Itapira, 22 de Fevereiro de 2020
Notícia
06/05/2016 | Saúde confirma primeira morte por H1N1 em Itapira

 A Secretaria Municipal de Saúde confirmou hoje a primeira morte por H1N1 no município. Trata-se de um homem de 59 anos que residia na Zona Rural e era paciente psiquiátrico portador de DPOC (Doença pulmonar obstrutiva crônica). Ele estava internado no Hospital Municipal desde o dia 14 de abril e faleceu na última segunda-feira, 2 de maio. Contudo, o resultado do exame – que havia sido enviado para análise no mesmo dia da internação – só chegou hoje. “Ao ser internado, o paciente já estava com os sintomas há dois dias. Conforme indica o protocolo de atendimento, nós fizemos a coleta do exame e iniciamos o tratamento com o Tamiflu imediatamente”, explicou a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Josemary Apolinário Cipola.

Até a confirmação do primeiro óbito pela gripe Influenza, Itapira contava com três casos suspeitos e dois deles ainda aguardam os resultados dos exames, mas ambos pacientes – um homem e uma mulher – já se recuperaram dos sintomas e tiveram alta.

De acordo com a secretária de saúde, Rosa Ângela Iamarino, e com a chefe da Vigilância Epidemiológica, o paciente que faleceu tinha um quadro debilitado e a família não soube informar se ele havia tomado a vacina no ano passado. Por se tratar de portador de doença crônica, ele deveria entrar no segundo grupo da Campanha de Vacinação do Ministério da Saúde, que começa nessa segunda, 9.

Elas também explicaram que, diferente da dengue, não há nenhuma ação de bloqueio prevista pelos órgãos de saúde e o melhor jeito de evitar a doença é a vacinação (para os grupos preconizados) e os bons hábitos, como evitar locais com muita aglomeração, usar álcool em gel e lavar bem as mãos, usar materiais descartáveis ao tossir ou espirrar e se hidratar. “Precisamos continuar batendo na tecla da importância da vacinação, pois algumas pessoas continuam achando que essa vacina é desnecessária”, alertou Iamarino. “Prova disso é a baixa cobertura que tivemos em anos anteriores. No ano passado abrimos a vacinação para as pessoas que não eram dos grupos e mesmo assim sobraram muitas doses”, complementou Apolinário.

O levantamento divulgado na quinta-feira, 5, pela Vigilância Epidemiológica aponta que a cobertura de vacinação do município está em 53,13%. Ao todo, foram 1.997 crianças vacinadas (59,54% de cobertura), 237 gestantes (38,73%), 63 puérperas (62,38%), 1.007 trabalhadores da saúde (59,55%) e 5.067 idosos (51,13%). A partir de segunda-feira será iniciada a cobertura para o segundo grupo, que contempla os portadores de comorbidades. O terceiro lote de vacinas, com 7,5 mil doses, chegou ao município no fim da tarde de hoje e também estará disponível a partir de segunda.

Fonte: Assessoria de Imprensa PMI

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

255 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2020 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções