Carregando aguarde...
Itapira, 10 de Agosto de 2022
Notícia
29/08/2015 | Humberto Butti: Tenho muita gratidão por essa terra

 

Apesar da seriedade que o cargo e a carreira exigem, aquele ar irreverente e brincalhão dos bons tempos de juventude em Itapira ainda permanecem no semblante. E, embora tenha deixado a cidade há mais de três décadas, ele procura manter contato com amigos daquela época e com os familiares que aqui ficaram.

Mauri Valentim Riciotti começou a deixar sua terra natal quando foi cursar Direito na Puccamp (Pontifícia Universidade Católica de Campinas). Durante o curso fez estágio em um escritório de advocacia daquela cidade e iniciou sua carreira.

Quando estava no último ano da faculdade recebeu um convite para atuar em um núcleo criado na prefeitura pelo então prefeito Barros Munhoz. “Ele havia criado um núcleo chamado Serviço de Assistência Jurídica do Município, que atendia pessoas carentes”, lembra. “Assim, eu, primeiro como estagiário, depois como advogado, atuei até 30 de janeiro de 83, pois no dia 1 de fevereiro desse mesmo ano, depois de ter sido aprovado em concurso público, transferi residência para Mato Grosso do Sul, onde estou até os dias atuais, portanto há 32 anos”.
 
 
Em 86, Riciotti foi aprovado em outro concurso, desta vez para Promotor de Justiça, sendo promovido ao cargo em 96.No Ministério Público Estadual exerceu quase todas as funções, como de Procurador-Geral Adjunto, Conselheiro, Coordenador do Centro de Estudos e Coordenador do Centro Operacional das Promotorias da Cidadania. Ainda foi Corregedor-Geral Substituto e há três anos assumiu como Corregedor-Geral. “Ainda fui eleito vice-presidente da Associação Sulmatogrossense do Ministério Público para os anos 97/98”, relata.
 
Em Mato Grosso do Sul, residiu e trabalhou em Mundo Novo, Ponta Porã, Dourados. “Somente em 92 me fixei em Campo Grande”, conta.
 
Casado pela segunda vez, Mauri Riciotti tem dois filhos do primeiro casamento. “Tenho o Vitor, hoje residindo e trabalhando em Miami,nos Estados Unidos, e o Rodrigo, que reside e trabalha na capital paulista”, conta. Do casamento com a cardiologista Sandra Sleiman ‘ganhou’ mais três filhas. “Do meu segundo casamento, há mais de 13 anos, vieram mais três meninas, já adolescentes à época.Duas cursaram Direito e a mais nova acaba de formar-se em Engenharia Civil, sendo que as três já trabalham nas suas respectivas áreas”, conta.
 
 
Sobre sua terra natal, Mauri Riciotti guarda boas lembranças e gratidão. “Tenho muita saudade de Itapira, pois tenho consciência de que devo muito a essa terra, que abrigou meus antepassados, que constituíram famílias batalhadoras e honradas, bem como esse povo ordeiro e acolhedor, tenho familiares aí, tios e primos, com os quais mantenho contato com relativa frequência”, relata. “Pensei muito em voltar quando ainda estava no começo da carreira profissional, entretanto, com o tempo, inevitavelmente as raízes foram se fixando, tornando esse sonho mais distante. De qualquer forma, ainda guardo na lembrança os amigos que vez por outra a gente encontra, aí em Itapira ou através do Facebook”.
 
Entre as atividades que tomam seu tempo, duas em especial lhe dão muito prazer. “Costumo escrever artigos para jornais locais desde que aportei nessas terras e, mais recentemente, realizando um sonho há muito tempo acalentado, escrevi um romance, intitulado ‘Um Encontro em Amsterdã’, que será publicado pela Editora Scortecci, de São Paulo, com previsão de lançamento para outubro próximo”, explica. “Já escrevo o segundo, com o título provisório de ‘Pata Negra’”.
 
Na área profissional Riciotti coordena dois projetos. Um tem como objetivo melhorar a gestão pública municipal, tornando-a mais eficiente, evitando erros desperdícios e fraudes. “O outro tem como foco as Câmaras Municipais, que visa obrigar os vereadores a cumprirem seu verdadeiro papel, que é fazer leis - boas leis - e fiscalizar o Poder Executivo”, explica. “Para implementá-los já visitei 41 municípios, me reuni com prefeitos, secretários e vereadores locais, explanando sobre os objetivos dos projetos. Este último, que visa resgatar a importância do Poder Legislativo Municipal, obrigando-o a cumprir sua funções, já está pré-selecionado para concorrer ao prestigiado Prêmio Innovare”.
 
Ao longo da carreira Riciotti tem proferido palestras em Mato Grosso do Sul e outros estados. “Ultimamente o tema que mais tenho me dedicado é a Gestão Pública e seus vícios. Tenho agendado algumas para Campo Grande e cidades do interior,e uma na Grande São Paulo no dia 17 de setembro, com o tema ‘A corrupção no Brasil e seus reflexos na iniciativa Privada’”, finaliza.
Fonte: Humberto Butti

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

1344 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2022 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções