Carregando aguarde...
Itapira, 11 de Agosto de 2022
Notícia
31/03/2015 | Milton Leitão: Nem só de dengue vive o outono, outras viroses estão por chegar.
Chuvas, ventos e noites um pouco mais frias, estas características tão marcantes do Outono, trazem um problema para a saúde: as viroses.
Época que marca o fim da estação das praias, dos parques e dos passeios ao ar livre, e o começo da aglomeração em ambientes fechados, como cinemas, shoppings centers, restaurantes. Ao se aglomerarem aparecem as doenças causadas por vírus.
Virose é um termo que tem certo descredito da população, muitos na ignorância acreditam que virose “é tudo o que o médico não consegue diagnosticar”, era algo tido como impreciso, onde o agente causador não estava claramente definido. Tudo mudou,exame laboratorial mais preciso, com os avanços tecnológicos tornou o diagnóstico de virose mais fácil e seguro.
Os mais acometidos acabam sendo as crianças, se ela estiver na fase do inicio de sua vida escolar, a situação é mais comum. Calcula-se, aliás, que neste período os pequenos desenvolvam de 6 a 10 infecções virais em um único ano, segundo pesquisas. Mudanças de estilo de vida dos pais, que acabam hoje colocando os filhos mais cedo em creches, berçários e escolinhas, favorecem a propagação dos vírus em lugaresmais fechados, e se a criança for menor que 3 e 4 anos, ficam mais susceptíveis às infecções virais, pois estão desenvolvendo seu sistema imunológico. Mas nem tudo é ruim, como tudo na vida ela tem seu lado positivo, pois são uma maneira de estimular o sistema imune para futuras respostas a microorganismos inimigos, é um treinamento do organismo para infecções futuras.
Por se tratar de uma doença benigna que tem seutempo limitado até o ciclo terminar, o tratamento é mais sintomatológico feito com analgésicos e antitérmicos. Algumas delas pedem ainda antivirais para que o tempo da enfermidade se reduza. Os antibióticos só são prescritos quando doenças oportunistas se instalam junto, pela diminuição da imunidade.
O contágio se dá por mãos infectadas, tosse, espirros, fluidos respiratórios ou através de picadas de insetos. Lavar as mãos é, portanto, uma medida simples, mas com um grande efeito profilático para que as viroses não se transmitam.
Os idosos também necessitam deatenção redobrada em caso de viroses, pois se desidratam com maior facilidade. Cuidados maiores também para as viroses causadas por Rotavírus eo Norovírus, pois estes levam a uma desidratação mais severa no organismo.
A ingestão de líquidos é imprescindível para a recuperação do doente. O soro caseiro, a água de coco e os soros reidratantes são ótimas opções.
Sarampo, catapora, caxumba, dengue e o herpes são doenças virais mais graves, e todas precisam de acompanhamento médico rapidamente. Não se automediquem, procurem seu médico ou o serviço de saúde mais próximo em caso do aparecimento de sintomas de viroses. Apesar delas,lembre-se que o outono é uma estação que pede mais introspecção, um tempo para refletirmos nossas vidas, saúde, fé, tempo de preparo, de semear para colher. Com ou sem virose que os frutos sejam prósperos.
Milton Antônio Leitão – É Farmacêutico-Bioquímico. Consultor técnico da Farmácia Formula Athiva. Rua Regente Feijó, 141. Fone 3813-1499.
 
Fonte: Milton Leitão

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

861 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2022 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções