Carregando aguarde...
Itapira, 12 de Julho de 2020
Notícia
24/06/2016 | Carlos Sampaio pede à PGR investigação sobre denúncia de achaque na CPI do Carf

Carlos Sampaio pede à PGR investigação sobre denúncia de achaque na CPI do Carf

Deputado federal e coordenador da bancada tucana na comissão entrou com representação

 

Coordenador da bancada do PSDB na CPI do Carf, o deputado Carlos Sampaio (SP) divulgou nota à imprensa nesta quinta-feira (23) na qual anuncia o encaminhamento de uma representação ao Procurador-Geral da República solicitando a imediata instauração de inquérito para apuração da eventual prática do crime de concussão, caracterizado quando um agente público exige vantagem indevida.

A medida tem como base uma afirmação feita pelo 1º vice-presidente da CPI, deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), de que um empresário contou a ele ter sido procurado por parlamentar que, em troca de pagamento de propina, prometia evitar sua convocação pela comissão. “A gravidade dos fatos é inequívoca e exige uma pronta resposta dos meios institucionais competentes”, diz trecho da representação (confira a íntegra).

Carlos Sampaio, Eduardo Cury e Marcus Pestana são os integrantes titulares do PSDB na CPI do Carf. Na suplência, Izalci, Luiz Carlos Hauly e Nilson Leitão.

 

Leia abaixo a nota encaminhada aos jornalistas:

 

 

NOTA À IMPRENSA

 

“Na data de ontem, a imprensa noticiou a denúncia feita pelo primeiro vice-presidente da CPI do CARF, Deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), na qual o mesmo narra a existência de práticas extorsivas por parte de parlamentares que integram a referida comissão, criada para apurar a prática de crimes envolvendo o Conselho Administrativo de Recursos Federais.

Segundo a denúncia, empresários estariam sendo procurados e achacados para terem seus nomes excluídos do rol de convocados pela citada CPI.

A evidência desse comportamento nefasto e criminoso tem que ser apurada, até mesmo para que a sociedade saiba se, de fato, existem parlamentares transformando esse imprescindível mecanismo de investigação da Câmara em um instrumento para constranger pessoas e exigir vantagem indevida a pretexto de “protegê-las”!

Ademais, é inadmissível que mesmo após as investigações realizadas pela Operação Lava Jato, que estão passando o Brasil a limpo, ainda tenhamos que conviver com criminosos que, travestidos de parlamentares, utilizam de seus cargos para achacarem e enriquecerem.

Por essa razão, na condição de coordenador da bancada do PSDB na referida CPI, em conjunto com os deputados tucanos Marcus Pestana (MG), Nilson Leitão (MT), Izalci (DF), Luiz Carlos Hauly (PR) e Eduardo Cury (SP), que integram essa comissão, protocolei, nesta quinta-feira, 23, representação ao Procurador-Geral da República solicitando a imediata instauração de inquérito para apuração da eventual prática do crime de concussão, caracterizado quando um agente público exige vantagem indevida.

 

Carlos Sampaio

Deputado Federal”

 

Saiba mais

 

Carlos Sampaio tem 53 anos, está no quarto mandato de deputado federal e é vice-presidente nacional do PSDB. Foi líder do partido na Câmara por duas vezes (2013 e 2015). É natural de Campinas (SP), onde foi vereador e secretário municipal de Segurança Pública. Também foi deputado estadual. Formado em Direito, é procurador de Justiça licenciado, tendo atuado em várias cidades dos estados de Minas Gerais e São Paulo. Em 2013, foi apontado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) como o oitavo parlamentar mais importante do Congresso Nacional.  

Fonte: Da Redação do PCI

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

890 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2020 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções