Carregando aguarde...
Itapira, 15 de Dezembro de 2019
Notícia
20/05/2015 | Dropes nº 398

Sempre o mesmo O deputado Barros Munhoz retomou as atividades parlamentares nesta terça-feira depois de um passeio pela Alemanha. Depois de duas semanas de calmaria, os assessores retornaram à rotina agitada do chefe. Um deles comentou: “O pior é que ele não chega como uma ondinha, ele chega como um tsunami, querendo recuperar o tempo perdido”.

Escritório próprio Feliz e satisfeito com o sucesso dos filhos, o deputado Barros Munhoz está comemorando o grande passo dado pelo filho advogado Eduardo Munhoz que montou o escritório próprio de advocacia. Eduardo fez carreira em um grande escritório de São Paulo e se tornou especialista em recuperação judicial.

Na hora certa Eduardo Munhoz ganhou fama atuando em casos famosos como a restruturação do grupo Rede Energia, da EBX do grupo de Eike Batista e da empreiteira OAS. Considerando a tempestade que está caindo sobre muitas empresas brasileiras por conta da crise econômica e política, a carteira de clientes do novo escritório tende a engordar.

Fantástico Com o número de casos confirmados de dengue em queda e a retomada da normalidade nos atendimentos do Sistema Municipal de Saúde a avaliação do prefeito Paganini sobre o trabalho desenvolvido foi positivo: “Foi um grande teste para as nossas equipes e podemos concluir que a nossa qualidade de atendimento foi fantástica perto do que assistimos nas outras cidades”

Sempre alerta e preparados O prefeito Paganini ainda comentou: “Fomos uma das primeiras cidades do estado a enfrentar a epidemia de dengue. Como saímos na frente, viramos referência no combate à epidemia. Acumulamos muita experiência. A ordem é não relaxar. E o mais importante, a população também assimilou a sua dose de responsabilidade.”

Soluções caseiras Alvo de críticas dos oposicionistas, o prefeito Paganini tem se desdobrado para manter a cidade bem administrada apesar da baixa na arrecadação e da não liberação de verbas já aprovadas. “Estamos incrementando com soluções caseiras e muita criatividade.”, disse Paganini.

Funciona Como estratégia de ação, Paganini tem visitado todas as secretarias e órgãos do município acompanhando de perto as ações desenvolvidas. De todos, os que o prefeito tem dedicado maior tempo é o Hospital Municipal e os postos de atendimento e avalia: “tem muita coisa para acertar, mas perto da maioria dos municípios o nosso sistema funciona muito bem!”

Todas no vermelho Um fornecedor do município que abastece cerca de cem cidades comentou com amigos que mantém na praça sobre a situação da empresa que ele trabalha e os atrasos nos pagamentos governamentais: “Todas as prefeituras estão em atraso, a maioria não tem sequer perspectiva de liquidação no curto prazo”. E completou: “Itapira, pelo menos, temos uma programação agendada.”

O líder na mesa Por conta do falecimento de um parente, o vereador Zé Branco se ausentou e a mesa da Câmara desta terça-feira foi presidida pelo vice-presidente Mauricio Casimiro de Lima. A sessão transcorreu em clima de tranquilidade.

Assistencialismo? No pequeno expediente o vereador Marco Paulo da Silva abriu muito bem o discurso dizendo que educação não se faz com assistencialismo, mas logo em seguida criticou a demora da entrega dos uniformes e outras benesses oferecidas pela municipalidade que nada tem de pedagógico.

O barato que sai caro O vereador do PRB parece não entender é que tudo o que se oferece aos alunos, fora da pedagogia, é uma ação assistencialista que deveria caminhar para a redução gradativa, pois aquilo que parece hoje um benefício como doar uniformes, cadernos, merenda e transporte, amanhã, poderá eximir os pais da responsabilidade mínima com o filho, que é a sobrevivência e a luta pela evolução.

Pior, ainda, é quando o poder público acredita que ao oferecer todas essas coisas estão cumprindo com o seu dever de formar e transformar cidadãos. Se assim fosse, o analfabetismo funcional estaria erradicado.  

E o assistencialismo?  Nesse sentido caiu bem a observação de um atento cidadão presente na sessão desta terça-feira: “não poderíamos ter poder de compra, pra escolher de quem, qual a qualidade e onde comprar? Não, temos o papai governo que nos tutela e faz tudo que precisamos, inclusive deixando-nos mal criados a ponto de fazer maldades, como queimar coisas”.

Interessante Um dos requerimentos do vereador Marquinhos foi uma moção de alerta quanto aos riscos de acidentes com os bancos de cimento e postinhos de alambrados junto aos campos de futebol, citando um exemplo recente de um jogador argentino que foi a óbito depois de bater com a cabeça num muro à beira do gramado.

Espumas ou capacetes? O mesmo cidadão atento não se conteve e comentou: “Como assim? O poder público é responsável por um acidente em que a pessoa bate a cabeça em um banco e morre? Bom, pelo menos temos como resolver isso, ou se reveste de espuma todos os bancos e postes que existem, ou se fornece um capacete pros cidadãos.”

Vandalismo Já o vereador Dr. Rafael lamentou os atos de vandalismo cometidos contra a escola João Simões no último domingo que resultou em incêndio interno e impediu que as aulas acontecessem nesta segunda-feira. Para o vereador, o poder público poderia evitar essas ações colocando vigias ou monitorando com câmeras de vídeo.

Será que não seria melhor o vereador discorrer sobre o respeito à coisa pública, principalmente às escolas educadoras por parte da sociedade para que ela aprenda a cuidar do patrimônio coletivo?

Saco sem fundo Estima-se que o Brasil investirá em 2015 mais de 270 bilhões de reais para suprir os custos exigidos ao país pela escalada da violência e da criminalidade. A cada ano bilhões de reais somam na conta para um índice de ocorrências que teima em não retroceder. Para os especialistas o problema deve ser resolvido pela sociedade como um todo, ao fugir dessa discussão e desviando o foco nada será resolvido.

Pomposo O vereador Juliano Água Suco estava pomposo nesta terça-feira exibindo o terno novo que ganhou da amiga Rita Castelani. Cheio de prosa adiantou que estará na próxima semana em São Paulo e em Brasília com o ministro dos esportes, George Hilton, para cobrar os pedidos já encaminhados e participar do lançamento da Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no próximo dia 27.

Portas abertas Nesta sexta-feira a FATEC abrirá as portas para comunidade conhece-la por dentro e apresentará o envolvimento da nossa faculdade pública e gratuita com as empresas de Itapira e a abertura do mercado de trabalho oferecida.

 

Um pai para cada coisa Como é do conhecimento geral, a instalação da FATEC em Itapira contou com a tenacidade do deputado Barros Munhoz, com a disponibilidade de investimento do prefeito José Natalino Paganini e das ações junto às empresas locais promovidas pelo vereador Carlão Jamarino quando ocupava a secretaria de administração, o Centro Paula Souza entrou com a configuração, os alunos com a vontade de aprender e as empresas com o desejo de crescer.  

Fonte: Da Redação do PCI

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
16/09/2015 - Dropes nº 415
09/09/2015 - Dropes nº 414
02/09/2015 - Dropes nº 413
30/08/2015 - Dropes nº 412
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

365 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2019 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções