Carregando aguarde...
Itapira, 04 de Dezembro de 2021
Notícia
28/10/2014 | Milton Leitão: Os males dos refrigerantes

 Os males dos refrigerantes

Todo mundo sabe que refrigerante não é nem um pouco saudável. Estamos acostumados, e até mesmo viciados, em tomá-los diariamente ou com uma freqüência assustadora. Seja pela sensação saciedade ou por puro vicio, nosso organismo se acostumou com eles. Mas, afinal, quais são os males dessa bebida para o nosso organismo e porque os médicos são tão contra esse consumo? O refrigerante só piora a equação entre a alta quantidade de calorias e o baixo valor nutricional. Mesmo em versões diet, é fácil citar diversos motivos para tirá-lo da dieta

Tomar refrigerante pode aumentar o risco de ataques cardíacos e osteoporose, principalmente em mulheres, pois um dos componentes dos refrigerantes tipo cola é o ácido fosfórico ou fósforo, que elimina o  cálcio dos ossos, deixando-os mais fracos. Além disso, por ser rico em açúcar, o consumo de refrigerante provoca o aumento de peso, que, por sua vez, aumenta os riscos de outras doenças, como diabetes, câncer e problemas cardíacos. No caso dos refrigerantes o agravante é que são calorias vazias, sem valor nutricional, ou seja, está consumindo apenas açúcar, sem nenhuma vitamina ou fibra. Para piorar, o organismo gasta nutrientes para conseguir eliminar a ingestão da química presente no refrigerante do corpo, sendo a versão diet ainda pior pela grande quantidade de adoçante artificial. Ou seja, além de ganhar, você ainda acaba perdendo nutrientes importantes no seu organismo.

O normal é beber refrigerante junto com as refeições, mas esse é um dos maiores erros que cometemos na nossa dieta, pois quando consumido junto às refeições, o refrigerante dificulta a absorção de fósforo, ferro e cálcio contidos nos alimentos. As mulheres que ingerem bebidas adoçadas com açúcar são mais propensas a desenvolver níveis elevados de triglicérides - gordura no sangue. Pesquisadores descobriram que as mulheres que consumiam pelo menos duas porções de refrigerante por semana, eram quatro vezes mais suscetíveis a ter altos níveis de triglicérides. Esta gordura passa a envolver os órgãos, como o fígado, o que pode contribuir para risco elevado de doença coronariana cardíaca, diabetes tipo dois e acidente vascular cerebral.

Outros males estão associados com a insônia, gastrite, saúde dentária (maior chance de desenvolver cárie e corroer o esmalte dos dentes), além da infertilidade: são acondicionados em latas de alumínio, que por sua vez são revestidas com uma resina chamada bisfenol (BPA). O bisfenol tem sido associado a problemas hormonais que levam à infertilidade. A pesquisa publicada esta semana no American Journal of Public Health concluiu que o consumo de refrigerante envelhece precocemente os glóbulos brancos. Os pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, informaram que as bebidas açucaradas podem impactar a saúde destas células de glóbulos brancos em uma escala que somente se compara com o hábito de fumar.

Em uma lata de refrigerante costuma ter de 140 a 170 calorias e cerca de 40 gramas de açúcar, o indicado é limitar o açúcar a 150 calorias por dia para os homens e 100 calorias para as mulheres. Por isso, para viver bem e saudável, é necessário cortar, ou diminuir drasticamente, o consumo dessa bebida.

Milton Antonio Leitão – É farmacêutico bioquímico – Consultor da Farmácia de Manipulação Formula Athiva – Rua Regente Feijó – 118. Fone 3813-1499 – 3863-5046

 

Fonte: Milton Leitão

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

1610 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2021 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções