Carregando aguarde...
Itapira, 08 de Abril de 2020
Notícia
15/04/2015 | Revendas usam imaginação para frear queda na venda de veículos novos

 No exato momento em que a indústria automobilística nacional acusa o golpe da pior crise atravessada pelo setor em pelo menos seis anos, em Itapira as revendedoras autorizadas tentam espantar a paradeira com medidas que cativem o público consumidor. É consensual entre os responsáveis que não adianta ficar reclamando.

 
 
​Luis Soares, 45, com 25 anos de mercado e atual gerente da Divem, afirma que o mercado já enfrentou situações piores. “Eu estava iniciando no ramo quando o Collor confiscou o dinheiro de todo mundo. Foi criada uma situação onde ninguém tinha dinheiro para comprar nada. Por isso acho que a situação atual pode perfeitamente ser revertida a curto e médio prazos”, opinou. A estratégia, segundo ele, é manter uma postura agressiva na busca de convencer o consumidor final de que vale a pena investir num carro novo. “Tenho observado que as vendas têm apresentado uma ligeira evolução, o que é bom sinal”, admitiu. Ainda segundo Soares, no caso da Ford, a montadora tem lançado novos produtos, que segundo ele têm caído no agrado do consumidor, fato que de acordo com sua análise, ajuda bastante na estratégia de enfrentamento da crise.
 
Na Miranda, revenda Volkswagen, o gerente Eduardo Breda, o Duda, 49 anos e 28 anos de mercado, diz que o momento é de dedicação. “A conjuntura econômica como um todo está ruim. Não é um problema localizado somente na indústria de veículos. O problema é que o setor automotivo como um todo é responsável por significativa parcela do PIB nacional e nesta condição, quando bate uma crise igual a esta, tudo parece pior do que realmente é”, filosofa. Ele afirma que a motivação da equipe, o bom atendimento, aliados às promoções que a montadora vem realizando, são as ferramentas ideais para reverter o cenário atual, mas adverte: “ o país precisa urgentemente retomar a confiança nos fundamentos da economia, senão nada vai mudar”.
 
 
Rômulo Leão Nogueira de Faria, 40, atual gerente da Artvel Veículos, revenda General Motors, que conta 13 anos no ramo, considera que o mês de abril já vem sinalizando com uma ligeira melhora nas vendas. “Vivemos uma crise que só encontra paralelo com a quebradeira de 2008”, comparou. Ele conta que estratégias motivacionais, treinamento de pessoal e foco no atendimento são algumas das ferramentas que ajudam a melhorar o astral. “Depositamos nossa confiança de que a economia do país deverá entrar nos trilhos em breve e isso vai trazer reflexos ao mercado como um todo”, supõe.
 
 
 
Na Fattore, revendedora Fiat, o gerente Renato Olbi, 29, que atua no ramo desde os 20 anos, não vê um cenário tão ruim como tem sido pintado. Segundo sua opinião, a mídia de uma forma geral acaba influenciando a opinião pública com notícias negativas. “Tivemos um janeiro muito bom, depois tivemos uma queda acentuada em fevereiro, um mês que por suas peculiaridades costuma ser naturalmente mais devagar. Em março já tivemos um viés de alta nas vendas, situação esta que esperamos que se confirme daqui em diante. Estou confiante”,
 
Fonte: Da Redação do PCI

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

1293 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2020 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções