Carregando aguarde...
Itapira, 08 de Agosto de 2022
Artigo
22/01/2013 | Clovis Akira: Microcréditos, solução para a amenizar a pobreza em Bangladesh

 Bangladesh é um país asiático circundado quase que totalmente pela Índia. É caracterizado pela grande densidade demográfica, com uma população de 130 milhões de habitantes, uma renda per capita de cerca de US$ 300 e com 62% da população analfabeta, fatores esses que tornam o país conviver em estado de extrema pobreza. Na maioria dos países subdesenvolvidos as mulheres são tratadas com inferioridade devido ao sistema patriarcal, e em Bangladesh as mulheres enfrentam grandes dificuldades.

Existem dois inimigos para as mulheres em Bangladesh. Eles são a pobreza e a sociedade patriarcal. Em meio à pobreza, as mulheres sempre estiveram em posição inferior. Por exemplo, não há diferença entre os níveis de matrículas de meninos e meninas na fase de iniciação do aprendizado, mas o índice de desistências das meninas é bem maior. Isto acontece porque muitos pais acreditam que se a família estiver passando por dificuldades financeiras, não há a necessidade de mandar as filhas à escola. E na sociedade patriarcal, toda vez que as mulheres tentam avançar, enfrentam obstáculos impostos pela comunidade.

Para o desenvolvimento econômico das mulheres um esforço que está sendo feito é o microcrédito, que são empréstimos de valor muito baixo oferecido a desempregados, pequenos empresários e outras pessoas vivendo na pobreza, com foco nas mulheres e utilizando um sistema revolucionário de garantias morais mutuas, formando grupos de cinco pessoas que ficam moralmente responsáveis umas pelas outras. Antes do microcrédito, essas pessoas eram excluídas, pois sua condição impede o acesso a bancos e aos meios tradicionais de financiamento, por não possuírem bens que possam oferecer em garantia ou histórico de créditos. A experiência no país tornou-se um exemplo de sucesso.

 O economista, Muhammad Yunus foi o idealizador e realizador do microcrédito, experiência na qual visa amenizar os efeitos da pobreza no seu país. Inicialmente ele concedia empréstimos de pequena quantia com recursos próprios,e posteriormente com e sucesso das operações, pois recebia de volta  98,85% dos empréstimos concedidos, fundou o Grameen Bank, onde poderia expandir as operações. Graças a essa iniciativa, Yunus foi laureado em 2006 com o prêmio Nobel da Paz.

 Yunus afirma que é impossível ter paz vivendo na pobreza, e acredita que todo ser humano possui instintos de sobrevivência e autopreservação, uma prova disto são os milhões de pobres que existem no mundo, onde mesmo miseráveis, conseguem contornar ao máximo sua situação. Sendo assim, a forma mais efetiva de ajudar estas pessoas é incentivar o que elas já têm. Seu instinto. Quando confere recursos para estas pessoas, por pouco que seja, consegue melhorar sua condição de vida utilizando-se do seu já senso de sobrevivência.

O microcrédito também criou empresárias no setor de produção de vestuário e acessórios. Muitos destes produtos são vendidos em lojas operadas por Organizações Não Governamentais. Contudo cerca de um ano atrás, num projeto patrocinado pelo governo, um espaço foi inaugurado na capital Daca para permitir que os produtores vendam seus artigos diretamente ao consumidor. Isto elimina os atravessadores e as mulheres podem assim obter mais lucros.

Comparando com o passado, a conscientização entre os homens a respeito dos problemas das mulheres aumentou, mas muitas pessoas em Bangladesh continuam incapazes de abandonar sua mentalidade de sociedade patriarcal.

Além disso, na sociedade atual, novos problemas aparecem de forma contínua. Por exemplo, a discriminação contra as mulheres está aumentando entre a geração mais jovem. Este problema já é antigo mas a tendência está aumentando nos últimos anos.

Para acabar com a discriminação e a violência contra as mulheres é necessário iniciar a educação para a igualdade de gênero desde o nível do ensino primário. Atualmente o governo considera a possibilidade de introduzir tais estudos em livros escolares.

Fonte: Clovis Akira

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Outros artigos de Clovis Akira
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

1757 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2022 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções