Carregando aguarde...
Itapira, 18 de Junho de 2024
Artigo
24/01/2012 | O Uso da Bicicleta Como Forma de Mobilidade Urbana Sustentável
É com muita honra e satisfação que inicio hoje como colaborador do Portal da Cidade de Itapira.
 
Sou natural da cidade de Mogi das Cruzes, atuo como contabilista em uma empresa de assessoria empresarial e também como consultor em praticas de sustentabilidade.
 
Morei por mais de 10 anos no Japão, e idealizei um blog no qual tento passar as boas ideias que aprendi no Japão aqui para o Brasil.
 
Como primeiro tema, irei comentar sobre o meio de transporte mais utilizado no Japão: a bicicleta.
 
Nos últimos anos, o uso da bicicleta como meio de locomoção vem aumentando gradativamente. Até bem pouco tempo atrás a bicicleta era vista como meio de transporte das camadas menos favorecidas da sociedade, ou usadas somente para lazer, nos fins de semana.
 
A preocupação com as questões ambientais, é um aspecto central hoje de todas as atividades humanas, refletindo uma preocupação crescente com o que se denominou como desenvolvimento sustentável.
 
Com essas grandes mobilizações nas questões ambientais, a bicicleta começa a ganhar mais adeptos, pois podemos dizer que a bicicleta é “transparente” ou “invisível” na circulação, não só por suas características físicas extremamente simples, mas também pelo baixo impacto que causa ao meio ambiente, seja pela ausência de ruídos e de emissão de gases poluentes. A ONU elegeu a bicicleta como o transporte ecologicamente mais sustentável do planeta. O conceito de transporte ambientalmente sustentável foi então definido como os transportes que não colocam em perigo a saúde publica ou os ecossistemas.
 
Apesar das campanhas de incentivo, o número de bicicletas circulando pelas ruas é insignificante comparado aos países da Europa e Ásia.
 
No Japão, a quantidade de bicicletas circulando pelas ruas é impressionante. Em qualquer ponto da cidade, vemos pessoas de todas as idades pedalando; crianças brincando, estudantes indo para escola, senhoras idosas indo para o supermercado e pessoas indo para o trabalho, desde operários das indústrias até executivos engravatados.
 
Não existem ciclovias no país, motoristas, ciclistas e pedestres, convivem harmoniosamente, respeitando seu espaço, cumprindo as normas do trânsito, trafegando lado a lado.
 
O Japão, é o terceiro país com maior número de bicicletas, só perdendo para Estados Unidos e China, que tem populações bem maiores.
 
A topografia plana do país também ajuda o uso da bicicleta, ruas muito bem conservadas, sem buracos, obras ou obstáculos tornam o deslocamento bem fácil e tranqüilo.
 
Apesar do alto poder aquisitivo do povo japonês, das vias muito bem conservadas, o automóvel é usado com mais freqüência nos fins de semana. Nos dias úteis a bicicleta e os trens ou metrô são os meios de locomoção mais utilizados.
 
Nas estações de trem e metrô, os estacionamentos para bicicletas são enormes, e estão sempre lotados, são milhares espalhadas em vários andares.
 
Nas universidades também existem grandes ares destinadas às bicicletas.
 
Em qualquer indústria, órgão público, comércio ou condomínio existe uma área reservada para estacionar as bicicletas.
 
 
Em questão de segurança, nas grandes avenidas com trafego intenso de veículos, os ciclistas utilizam a passarela de pedestre, pois existe uma rampa junto aos degraus destinada especialmente aos ciclistas.
 
Enfim, o país dispõe de toda estrutura para o deslocamento urbano usando a bicicleta.
 

Quer saber mais sobre o cotidiano no Japão? Acesse: http://ca-igarashi.blogspot.com

Fonte: Clovis Akira Igarashi

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Outros artigos de Clovis Akira Igarashi
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

2296 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2024 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções