Carregando aguarde...
Itapira, 10 de Agosto de 2022
Notícia
26/06/2015 | Humberto Butti: Sempre que posso volto para matar a saudade
.
 
 
 
Ao lado de craques no Palmeiras em 78
 
Se existe alguém que pode dizer que realizou o sonho de todo garoto em jogar em um grande clube de futebol, esse alguém é Sílvio Antonio Garlizoni, o Dé. Depois de aparecer nas categorias de base de clubes locais, passou a atuar no profissional do Itapira Atlético Clube e em seguida partiu para realizar seu sonho. “Deixei İtapira no dia 2 de janeiro de 1977 para jogar no Palmeiras”, lembra. “Portanto já são 38 anos longe de casa”.

Casado com Ana Cristina, com quem tem os filhos Matheus, Thiago, Thalita e Areta, Sílvio já é avô. Além de atuar como técnico de futebol das categorias de base da Prefeitura de Araras-SP, onde está radicado, e da Nestlé, curte os netos Yasmin e Nickolas.

Em sua carreira profissional, depois de sair do Itapira Atlético Clube direto para o Palmeiras, em 77, chegou ao vice-campeonato brasileiro pelo time de Parque Antarctica em 78, tendo ao lado estrelas como Emerson Leão, Alfredo, Pedrinho, Escurinho, Beto Fuscão, Rosemiro e o artilheiro Toninho, entre outros.

Uma das armas do então técnico do Palmeiras, Jorge Vieira, tinha técnica e velocidade para driblar os adversários e servir os companheiros, até que uma entrada desleal do lateral Manoel, do Botafogo de Ribeirão Preto, causou uma lesão no joelho que prejudicou sua carreira. Depois do Palmeiras, Sílvio defendeu clubes como Goiás, Ferroviária e União São João, entre outros, até encerrar a carreira no clube ararense e passar a atuar como treinador nas categorias de base.

Dé está radicado em Araras há 33 anos e, apesar da proximidade entre as duas cidades, são poucas as vezes por ano que vem rever amigos e familiares. “Tenho familiares por parte de meu pai e minha mãe, mas não vou frequentemente pois minhas atividades profissionais me impedem de ir a İtapira com frequência”, explica. “Mas sempre que posso, vou matar saudades”.

E, apesar de sentir saudade de sua terra, não vê ainda o dia em que irá voltar para casa de vez. “Nosso futuro pertence a Deus, hoje não tenho como voltar, mas quem sabe depois da aposentadoria”, sonha.
 
Sílvio: velocidade no ataque do alviverde da Capital
 
Craque foi vice-campeão brasileiro em 78 pelo Palmeiras
 
Atacante integrou o Itapira antes de defender o Palmeiras
 
No Amador foi campeão com a camisa do Paulista
Fonte: Humberto Butti

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

982 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2022 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções