Carregando aguarde...
Itapira, 14 de Dezembro de 2019
Notícia
18/03/2015 | Dropes nº 388

Isso é democracia! No domingo, 15, enquanto o país se preparava para participar ou acompanhar as manifestações contra a corrupção e contra o governo do PT, a Assembleia Legislativa dava posse aos noventa e quatro deputados eleitos em 5 de outubro de 2014 para a 18ª legislatura.

Antecipação A cerimônia, prevista para acontecer às 15h, foi antecipada para as 9h da manhã. De Itapira, vários companheiros madrugaram e pegaram a estrada para estar presentes na hora da posse para o quinto mandato do deputado Barros Munhoz.

Comovido Na caravana, o prefeito José Natalino Paganini, os vereadores Zé Branco, Carlinhos Sartori e Luiz Machado.  O presidente da ACEI, José Aparecido da Silva, e vários correligionários marcaram presença. Munhoz agradeceu a presença de todos e lembrou que em todas as posses sempre teve a presença dos amigos.

Não e não... Munhoz dizia que não queria voltar à presidência da ALESP. Na casa legislativa ninguém acreditava até vê-lo trabalhando para unificar o PSDB e a base aliada em torno de Fernando Capez.  Depois foi a vez de segurar as pontas para que o PT não fosse excluído da mesa diretora e provocasse um incêndio na casa.

No céu... Quem encontrou com o deputado Barros Munhoz na tarde desta terça-feira pelos corredores da ALESP percebia que ele não se cabia em si, perto de estourar. Quando alguém lhe perguntava o que estava acontecendo, Munhoz respondia baixinho e serenamente: “estou me sentindo no céu.” 

Melhor coisa Quando alguém fazia cara de não ter entendido nada, ele explicava: “a melhor coisa do mundo é você ver o seu trabalho reconhecido, é sentir que é importante para as pessoas e perceber que os seus pares querem mais um pouco da sua contribuição.”

Conversar O deputado Barros Munhoz informou o governador Geraldo Alckmin e às lideranças da Assembleia de que não pretendia ocupar nenhum cargo, nem presidência, nem liderança. Disse que quer cumprir o mandato atuando nas cidades que representa e fazer o que ele mais gosta: conversar com Deus e todo mundo. Tanto do governador como dos integrantes do colégio de líderes só recebeu elogios.

Menos bobagem A sessão da Câmara dos Vereadores desta terça-feira foi marcada pela aprovação da proposta da bancada da situação de alteração do Regimento Interno que reduziu os tempos das falas dos vereadores pela metade. Para os vereadores da oposição, a redução mostrou que os situacionistas, sem conteúdo, querem solapar a democracia.

Maioria O presidente da casa explicou que o projeto de resolução oferecerá as mesmas condições para todos os vereadores e que nenhuma bancada será beneficiada. Disse, ainda, que dentro dos preceitos regimentais, os vereadores atuais ou futuros poderão alterar o que foi aprovado, basta ter maioria.

Não basta falar  A indignação dos oposicionistas que tem usado sempre o tempo todo disponível para martelar repetidamente os seus questionamentos, de agora em diante terão menos tempo para as repetições. A quem acredite que os discursos deles deverão ganhar mais objetividade. Aliás, alguns vereadores confundem tempo de fala com qualidade do que se fala.

Fazer-se entender Um atento cidadão, letrado, respeitado e acompanhante dos trabalhos legislativos de várias gerações compareceu nesta noite de terça-feira na câmara, acompanhou os trabalhos legislativos até o fim e no encerramento, ao ser questionado, fez algumas observações:

Senti saudades de figuras como Caetano Munhoz, Antonio Caio, Sebastião Bretas, Achilles Galdi e parou por aí para não deixar a lista muito comprida.

Estou vendo que os vereadores não se respeitam, dão risadinhas uns dos outros, erguem a voz sem necessidade em tom de ameaça, dão as costas para o outro... O que é isso?

Pouco consegui entender do que eles falaram, querem falar tanto, se perdem no meio do caminho, fogem do assunto, acho que ninguém consegue entender o que eles falam, acho que nem eles...

No final, ao ser provocado concordou com a semelhança com o Circo Irmãos Almeida...

PRB tem novo presidente Na reunião realizada em Paulínia nesta segunda-feira, o Vice-Presidente estadual Sergio Fontellas e o Deputado Federal Roberto Alves indicaram o Vereador Juliano Feliciano ''Água Suco'' como novo presidente da Executiva Municipal para garantir o crescimento do PRB em Itapira.

Fora estará Nesta quarta-feira, Água Suco estará em São Paulo para apresentar os nomes da comissão que comandará o PRB em Itapira até as próximas eleições. Segundo os dirigentes o partido quer crescer no estado e quem não se enquadrar, fora estará.

Filosofia O Vereador Água Suco ao comentar a indicação para a presidência do PRB voltou a mencionar a enigmática parábola: “a gente precisa aprender a engolir sapo. Depois tem que aprender a comer jacaré para saber que gosto tem o tubarão.”

 

Fonte: Da Redação do PCI

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
16/09/2015 - Dropes nº 415
09/09/2015 - Dropes nº 414
02/09/2015 - Dropes nº 413
30/08/2015 - Dropes nº 412
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

461 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2019 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções