Carregando aguarde...
Itapira, 23 de Outubro de 2020
Notícia
15/08/2015 | Dia de protestos contra governo deve passar em branco na cidade

 As grandes cidades do país deverão receber, neste domingo, protestos populares contra o governo da presidente Dilma Roussef (PT), numa reedição do que já aconteceu dias 15 de março e 12 de abril. Mais uma vez Itapira deverá ficar ausente deste tipo de manifestação, pelo menos da forma como tem sido concebida, com passeatas.

 
Em 12 de abril, pelo menos houve uma manifestação solitária do DJ Renan Felipe Moraes, militante do PSDB, que montou uma barraca na Praça Bernardino de Campos para pedir assinaturas de eleitores para pedir impeachment da presidente. Ele recolheu naquela oportunidade pouco mais de 500 assinaturas e até hoje não conseguiu encaminhar o conteúdo para algum parlamentar para reforçar eventuais pedidos neste sentido que possam tramitar no Congresso Nacional, conforme era seu objetivo incial. “Não consegui viabilizar o encaminhamento das assinaturas. Foi uma pena”, lamentou. Moraes disse que para este domingo não programou nada de especial. “Terei que trabalhar. Não vai dar para conciliar as duas coisas. Estarei torcendo para que as ruas das grandes cidades estejam entupidas de gente”, desejou.
 
O presidente do diretório local do PSDB, José Alair de Oliveira, disse que este movimento vem sendo realizado sem ligação com partidos políticos, de forma independente envolvendo diferentes setores da sociedade e que nem por isso deixa de ter legitimidade. “As pessoas estarão expressando sua enorme decepção com o governo atual”, avaliou. Oliveira mostrou-se assustado com o que definiu como sendo um quadro preocupante o país estar sendo governado por uma presidente rejeitada pela grande parcela da sociedade e a forma com que este cenário vem fazendo ruir a atividade econômica do país. “Não fosse a atividade agropecuária que ainda vem sustentando a economia nacional, não sei o que seria do país neste momento”, ponderou.
 
O ex-prefeito David Moro Filho, 78, disse que nunca viu tamanha bandalheira na história política do país, em referência aos sucessivos escândalos. Ele disse que também apoia a iniciativa das pessoas em sair às ruas para protestarem. “Lamento que aqui em Itapira as pessoas não tenham tido entusiasmo necessário para protestar contra este governo”, comentou. Ao ser lembrado que seu partido é a principal agremiação de sustentação do atual governo e que o presidente nacional do PMDB, vice-presidente da República, Michel Temer, tem feito as vezes de interlocutor entre a sociedade e o governo, Moro disse que um partido da grandeza do PMDB não pode se furtar ao debate em tornos de saídas para a crise atual. Ele acha que as chances de Temer vir a ser empossado presidente, em caso de impedimento ou renúncia de Dilma devem ser consideradas. “O PMDB deve estar preparado para governar o país se for preciso”, defendeu.
 
Golpe
 
O professor universitário , mestre em Ciências Políticas e escritor José Carlos Vieira, comentou que considera legítima a disposição das pessoas em protestarem, mas asseverou que não concorda com as teses de deposição da presidente Dilma. Petista histórico, fundador do PT de Itapira, Vieira engrossa o coro dos que enxergam uma tentativa de golpe no desejo de ver Dilma fora da cadeira de presidente. “Ela foi eleita legitimamente e não existe rigorosamente nenhuma acusação contra sua conduta como principal dirigente da Nação. Por isso não existe outro nome à pregação de setores da oposição em torno de um provável impeachment. A isso se dá o nome de golpe”, endureceu.
Fonte: Da Redação do PCI

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

1177 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2020 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções