Carregando aguarde...
Itapira, 10 de Agosto de 2022
Notícia
27/09/2014 | Obras emergenciais em ritmo acelerado na estrada vicinal Itapira Mogi-Guaçu

O rito processual final da contratação da Construtora Scala Guaçu para executar os serviços de conservação especial dos sub-trechos da SPI-177/342 que liga Itapira à cidade de Mogi-Guaçu mostrou o grau de desejo dos usuários em ver a estrada recuperada imediatamente. A assinatura do contrato aconteceu no dia 12 deste mês, cinco dias depois já estava publicado no Diário Oficial. No dia 19, homens e máquinas da empresa contratada já estavam na estrada, iniciando os reparos nos trechos em que as condições de tráfego estão piores.

O valor do investimento pelo governo do Estado é de aproximadamente R$ 1,3 milhão. O deputado Barros Munhoz (PSDB) – que lutou pela concretização das obras e acompanhou o andamento do processo incansavelmente desde o início - destacou que essas obras emergenciais irão ajudar a população a trafegar com mais segurança e conforto na estrada.

A estrada Itapira /Mogi Guaçu, a SPI- 177/342, liga o Circuito das Águas, o Sul de Minas Gerais e a Baixa Mogiana, com a Média e Alta Mogiana. A estadualização da estrada irá beneficiar ao menos 20 municípios. Serão implantadas faixas adicionais, pavimentação dos acostamentos, dentre outros serviços.
 
 
O prefeito José Natalino Paganini (PSDB), que esteve no local das obras, agradeceu ao deputado Barros Munhoz e ao governador Geraldo Alckmin pela execução dos serviços. “Em nome de todos os itapirenses, expresso minha alegria por ver o início desta obra, que trará mais segurança a todos que por aqui transitam. É um serviço inestimável, que atende a nossa região”, afirmou.
 
 
A analista tributária Nazaré Germiniani, que utiliza a estrada Itapira-Mogi Guaçu todos os dias, há vários anos, disse que sente medo em transitar pelo local. “Confesso que ainda tenho medo dessa estrada, ela é muito perigosa, há excesso de veículos que a estrada não comporta e pessoas que não a conhecem, abusam.”. Para a analista há ainda um problema muito maior, toda vez que chove em alguns pontos acumula muita água, um verdadeiro rio passa sobre a estrada. “Tenho verdadeiro trauma dessa situação. Espero que essas obras resolvam, pelo menos parcialmente, esse problema. Hoje eu tenho a sensação que tem alguém olhando e cuidando dessa estrada. Antes a sensação era de ela estava abandonada, ao Deus dará”, destacou Nazaré.
 
Estrada com Padrão Paulista
 
Barros Munhoz lutava pela construção da vicinal Itapira/Mogi-Guaçu desde o primeiro mandato como prefeito de Itapira. Nos anos 70 entendia que Itapira precisava ter uma ligação direta com Mogi Guaçu e cidades daquela região, mas foi preciso ser eleito deputado estadual, em 1986, para ganhar força e aumentar a pressão junto ao governo estadual e conseguir a construção, depois de vencer vários obstáculos que surgiram no projeto executivo. No início dos anos 90 as obras foram iniciadas.
 
A vicinal integrou dois municípios, Itapira e Mogi Guaçu, e ofereceu acesso para a cidade de Espirito Santo do Pinhal. Com o passar do tempo a estrada acabou absorvendo grande fluxo de veículos colocando a pequena rodovia de pista simples entre as de maior tráfego do estado. Itapira, que detém 12,5 km, e Mogi Guaçu, 10 km, não mais suportavam os altos custos e a frequência de manutenção, levando à estrada altos riscos de acidente, além do aumento no tempo de percurso. A estadualização passou a ser emergencial e imprescindível. Mas o processo de estadualização de estradas não é simples, nenhuma ocorreu nos últimos vinte anos. Depois de muitas idas e vindas do aparelho burocrático, no dia 02 de janeiro deste ano, Geraldo Alckmin (PSDB) assinou o decreto de estadualização sob os olhares agradecidos do prefeito José Natalino Paganini e o sentimento de dever cumprido do deputado estadual Barros Munhoz.
 
No dia 20 deste mês o DER (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo) tornou público a republicação do Edital para recebimento dos envelopes com vista à contratação de empresa especializada para a elaboração do projeto executivo de recuperação da pista, pavimentação dos acostamentos e implantação de faixas adicionais na SPI 177/342, do km 0,00 ao km 22,90, trecho Mogi Guaçu – Itapira, no valor orçado de R$ 1.486.918,21.
 
A elaboração do projeto executivo é o primeiro passo para que o governo do Estado integre a estrada Itapira-Mogi Guaçu no padrão paulista de estradas de rodagem.
Fonte: Da Redação do PCI

Comentários, artigos e outras opiniões de colaboradores e articulistas não refletem necessariamente o pensamento do site, sendo de única e total responsabilidade de seus autores.

Veja Também
Deixe seu Comentário
(não ficará visível no site)
* Máx 250 caracteres

* Todos os campos são de preenchimento obrigatório

668 visitantes online
O Canal de Vídeo do Portal Cidade de Itapira

Classificados
2005-2022 | Portal Cidade de Itapira
® Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste portal sem prévia autorização.
Desenvolvido e mantido por: Softvideo produções